• Michele Nicoloso

Viver é uma Arte

Qual será o segredo para viver 100 anos com saúde e disposição?


Por Maria Helena Bellini




Todo mundo sabe que não existe uma receita única para viver por muitos anos, tampouco segredos. Cuidar bem do corpo e da mente é o ponto de partida para uma vida longa e feliz. Muitas são as recomendações e dentre elas temos: onde se vive e em quais condições, genética, grau de atividade física etc. Muitas vezes a pessoa pode ter restrições alimentares, então poderá compensar isso praticando exercícios, não fumando, aprendendo novos instrumentos ou até um idioma. Já outra pessoa pode ter limitações físicas, mas compensa com a alimentação saudável, treino cognitivo, e por aí vai.

A motivação também é uma força que nos move e é muito mais do que apenas força de vontade ou uma razão para se levantar todos os dias. Nosso nível de motivação está diretamente relacionado com a dificuldade ou a sensação de prazer que uma determinada tarefa nos impõe e as recompensas percebidas que surgem após a conclusão dessa tarefa. Portanto, se seu dia for repleto de tarefas que o motivem corretamente, que lhe tragam prazer ou cujo resultado final seja compensatório, você encontrou sua “razão de viver”.

Ter bons hábitos alimentares e rituais específicos que antecedem a hora de dormir também são essenciais, como: não praticar tarefas que o deixem agitado próximo da hora de se deitar, não estudar na cama, evitar tablets e celulares e não comer muito a noite realmente ajudam a melhorar


Terapias alternativas para ficar zen

Ter amigos, pertencer a um grupo, rir dos próprios erros, formar laços, trocar histórias de vida, sentir afeto... tudo isso faz parte do combustível para viver de um jeito mais leve enquanto estamos neste planeta azul. E as terapias alternativas, como acupuntura, antroposofia, florais, Reiki, meditação, yoga, Tai Chi Chuan, meditação, além das sessões de análise pessoal ou em grupo com psicanalistas e psicólogos, podem ajudar a ter mais qualidade durante esse tempo que passamos por aqui.

A ausência de um propósito faz adoecer, traz um vazio com o qual não se consegue lidar e, por consequência, deprime e entristece.

Conheça agora algumas dicas de ouro para envelhecer mais feliz e com saúde.


A terapia do riso

Rir é um santo remédio, já diziam os antigos, e você sabe por quê? Nosso corpo produz algumas reações químicas naturais, e, quando estamos felizes, a produção de hormônios se eleva, principalmente os do chamado quarteto da felicidade: endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina. A endorfina é conhecida como um analgésico natural; por isso, dar risada, dançar e cantar aumentam a sua produção. A serotonina é o regulador do humor, e se você quer que ele flua em abundância, é preciso que você se sinta importante, pertencente e aceito em um grupo. Já a dopamina é responsável pelo amor, é a mediadora do prazer, e está intimamente ligada à motivação. Se você quer ter o aumento de sua produção, tenha um propósito de vida. A oxitocina é liberada pelo abraço, ou seja, está diretamente relacionada ao desenvolvimento de vínculos emocionais. Sentir-se grato também é importante, pois gera afetividade, você olha para a pessoa ou pensa nela e sente vontade de abraçá-la.


Olhar para si

Se você quer ser mais equilibrado, faça terapia, olhe para os seus sentimentos, fale das suas emoções, angústias e dores, peça ajuda. A depressão e a tristeza distanciam você do mundo. Tenha consciência de que você é responsável por sua vida, e acredite que você pode tudo, pois a idade não é impedimento para que você deixe coisa alguma para trás.